31 janeiro 2015

Fases da Lua e Rituais

A energia que irradia a lua é feminina, ela rege as águas da vida em nosso planeta, bem como os ciclos menstruais e outros fluidos corporais. Também governa todas as respostas emocionais. Tudo o mais puro e concentrado que as emoções mais fortes dão à magia, e é por isso que desde há séculos atrás, milhares de praticantes deste conhecimento, regem a conduta de seus rituais e trabalhos pelas fases da lua, aproveitando este satélite que está em harmonia nossa meta.

LUA CRESCENTE .- é quando a lua nova (quando não se vê) caminha para o estado pleno (lua cheia) e é nesta fase selene que a lua fornece energia adequada a obras que exigem total crescimento, é um excelente ocasião para começar algo, novas intenções, novos amores, novos postos de trabalho. Também nos ajuda a fazer negócios, amizades, parcerias, prosperidade financeira, é propício para tarefas de plantas e jardinagem, desenvolver a psique, aumentar a saúde física e bem-estar.

 LUA CHEIA.- Neste ciclo atinge o seu máximo de intensidade, a sua plenitude. Pode produzir obras que são consideradas particularmente difíceis, se usarmos a sua energia, vai amplificar o nosso propósito e dar um impulso adicional para a nossa magia e também permite-nos consolidar trabalhos e selá-los . 

LUNA MINGUANTE.- Nossa companheira eterna começa a diminuir e sua energia é propícia para a recessão, uma separação pacífica ou eliminação nesta fase ajuda a parar hábitos alimentares indesejáveis, quebrar maus hábitos, longe de relações ou situações disfuncionais estressante. Ou seja, sua energia vai permitir que o nosso trabalho seja feito quando a ordem é a redução ou eliminação completa 

LUA NOVA.- Muitos magos,, feiticeiros e bruxos usam esta etapa como um período de descanso, e que permite regeneração, relaxamento e armazenamento de energia para uso na próxima etapa. Outros usam para a meditação, aumentar o poder psíquico, mergulhar em lembranças do passado para compreender as dificuldades do presente . Também é adequado para a adivinhação e as questões da "verdade " .